Bate Papo Bem estar

Papo mulher: Anticoncepcional

quarta-feira, novembro 09, 2016Michelle Moura

Olá,

Ultimamente ando vendo uma série de posts e até vídeos tratando do assunto anticoncepcional - seja ele "saiba mais" ou "por que parei de usar". Por isso quero tomar o cuidado de avisar vocês que esse bate papo não é para incentivar você à nenhuma prática, também não é uma opinião, é a minha história e experiência pois acredito que na multidão de concelhos há sabedoria já diz a bíblia.


Então comecemos com a minha história...


Eu tomei anticoncepcional há 3 anos, e creio que toda mulher que resolve adotar o método contraceptivo deve - além de consultar um ginecologista - conhecer seu próprio corpo, ouvir o que o ele tem a dizer como resposta do que ingerimos. Comigo não foi diferente, comecei a tomar por prescrição da minha ginecologista. (a nível de curiosidade era o Gynera) 

No começo não senti muita diferença, nem as diferenças desejáveis: diminuição do fluxo, da cólica, enfim, dos sintomas da TPM; nada mudou. Após dois anos, só de pensar no comprimidinho antes de tomá-lo já me dava enjoo, então voltei à medica e expliquei meu drama: ela me prescreveu outro anticoncepcional. 

Esse novo foi incrível (Yas), me dei muito bem com ele além de ter quase acabado com os sintomas da TPM, mas não deu um ano de uso e o mal-estar voltou exatamente como era com o anterior.

Como estou em processo de querer perder medidas, pensei se de repente eu cortasse as pílulas isso não poderia me ajudar, e ká estou eu: à 3 meses sem tomar anticoncepcional.

Conclusão:


Como falei, não quero impor opiniões para incentivar ninguém a nada, mas minha experiência sem as pílulas está sendo beeem melhor do que com as bonitas.

Sei que há quem defenda e realmente é incrível o controle do nosso período menstrual, controle da TPM e até da fertilidade. Mas gente.... minha vida está bem mais fácil sem precisar ingerir comprimido todos os dias. Estava pensando se isso pode ser psicológico, me contem aqui se vocês me acham maluca... kk 

O start que me fez largar as pílulas foi a ideia de que elas podiam estar interferindo no meu peso, então assim que parei de tomar comecei com a academia - mas infelizmente acho que elas não interferiam em nada kk - o peso diminuiu mas foi pouco. Ainda assim, estou me sentindo bem melhor. O que mudou foi: os enjoos sumiram, sinto a pele do rosto mais oleosa principalmente na TPM coisa que não acontecia, as cólicas são muito incômodas mas aprendi alguns truques na alimentação que me ajudaram muito, e o fluxo aumentou mas não me mata. Tudo bem suportável. 

Anualmente eu vou à ginecologista e faço exames de rotina (assim que fizer os próximos venho contar para vocês se levei bronca da doutora ou não).

O recado que eu tenho para dar é: pesquise e faça testes de qual método contraceptivo é melhor para sua saúde, mas não fique só com as pesquisas do Google, vá ao médico - pergunte e peça opinião, tire todas as dúvidas - e não custa nada ir tentando um e outro até achar um que dê certo. Hoje o meu método contraceptivo é a camisinha, não incomoda nem a mim nem ao marido.

O que a gente não pode é continuar na ignorância de achar que tem que fazer a mesma coisa o resto da vida.

Espero que tenham curtido o bate papo, e os comentários são free!

Até a próxima! 
Fiquem com Deus

Você pode gostar também

0 comentários

Anuncio

Instagram

Formulário de contato